Mudanças climáticas em pauta

A 24ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 24) foi encerrada no último sábado (15), em Katowice, na Polônia. A COP 24 teve como principal missão definir as regras de implementação do Acordo de Paris, firmado em 2015, e reafirmar o compromisso dos países na adoção de medidas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas.

Durante o evento foi divulgado o pacote de Katowice que estabelece como os países informarão sobre o cumprimento das metas nacionalmente determinadas que descrevem as ações domésticas de combate às mudanças climáticas no âmbito do Acordo de Paris. As normas adotadas a partir dos princípios do acordo deverão ser colocadas em prática a partir de 2020. O acordo prevê que os países reduzam as emissões de carbono para manter o aumento da temperatura global em 2ºC e devem se esforçar para limitar o crescimento a 1,5ºC. Para a COP 25, será decidida a regulamentação do mercado de carbono.

Avanços

A COP 24 também avançou no balanço das ações já realizadas antes de 2020 e concluiu o chamado Diálogo de Talanoa, momento em que os integrantes da convenção compartilharam diferentes estratégias e iniciativas de mitigação do aquecimento global. O diálogo levou em consideração os alertas feitos pelos cientistas no último relatório do Painel Intergovernamental sobre as Consequências, que poderão se agravar caso o aumento da temperatura supere 1,5ºC na próxima década.

Os pesquisadores recomendam que os países tripliquem seus esforços de redução das emissões de gases de efeito estufa para evitar a ocorrência de catástrofes e perdas na área da saúde, biodiversidade, economia, infraestrutura, entre outras.

Fonte: Agência Brasil

 

Compartilhe nas redes sociais